Poéticas do Mal: a Literatura do Medo no Brasil

Código: 978-85-93479-19-9X Marca:
Selecione a opção de Formato do livro:
R$ 35,00
Comprar Estoque: Disponível
R$ 50,00
Comprar Estoque: Disponível
A partir de R$ 35,00
  • R$ 35,00 PagSeguro
  • R$ 35,00 Deposito
  • R$ 50,00 PagSeguro
  • R$ 50,00 Deposito
  • R$ 35,00 PagSeguro
  • R$ 35,00 Deposito
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.
 

242 PÁGINAS

DISPONÍVEL NOS FORMATOS IMPRESSO E EBOOK

BONECKER EDITORA

Poéticas do Mal: a literatura do medo no Brasil (1840-1920) é o resultado do trabalho do grupo de estudos o Medo como Prazer Estético, criado em 2009, sob a coordenação de Júlio França, Professor Adjunto de Teoria da Literatura e do Programa de Pós-graduação em Letras da UERJ.  

Se as emoções relativas à autopreservação são dolorosas quando estamos expostos às suas causas, quando experimentamos sensações de perigo sem que estejamos realmente sujeitos aos riscos, isto é, quando a fonte do medo não representa um risco real a quem o experimenta, entramos no campo das emoções estéticas, fundamentais para o entendimento de diversas categorias da arte, como o horror, o sublime, o grotesco e a catarse.

Reunindo alunos de graduação, mestrado e de doutorado, o grupo dedica-se ao estudo de narrativas ficcionais que o senso comum agrupa sob termos concorrentes e sobrepostos, tais como “de horror”, “góticas”, “dark fantasy”, “sobrenaturais”, “de terror”, “fantásticas”, entre outros, mas que mantêm, como elemento comum, a capacidade e/ou intenção de produzir, como efeito de leitura, a emoção do medo.

Desde 2014, o grupo de estudos “O medo como prazer estético” é vinculado ao grupo de pesquisa Estudos do Gótico (CNPq), coordenado por Luciana Colucci (UFTM) e Júlio França (UERJ).

 

"Este livro é um experimento fragmentário e, por que não, grandioso, a tentativa de identificar o mal na literatura brasileira. (...) E o único meio que parece capaz de incluir a enormidade do mal em si mesmo é a narrativa. Mas a narrativa parece ser movida e libertada pela força do mal: não apenas para incluí-lo, mas para tornar-se sua cúmplice. 'A literatura não é inocente', diz Georges Bataille; 'ela é culpada e deveria reconhecer-se como tal'. Apenas quando a literatura reconhece sua conivência com o mal é que ela cumpre sua natureza, que é comunicar o essencial.

Esse reconhecimento perpassa as obras escolhidas para análise do presente volume. Ao colocar em evidência o mal na literatura brasileira, até então inexplicavelmente deixado de lado por seus estudiosos, Júlio França e os demais autores deste volume prestam um serviço essencial à crítica literária no Brasil. Cobrindo quase um século da nossa produção, seus textos revelam um lado sombrio do país que os estudos anteriores pouco focaram, como se o mal não existisse por aqui, numa visão desde sempre romântica e idealizada. Ao contrário, como o leitor verá, o mal sempre foi retratado pela literatura; só lhe faltava quem o viesse desnudar. Agora não falta mais." 

Julio Jeha, Professor Titular em Estudos Literários da UFMG

SUMÁRIO:

1. INTRODUÇÃO ..................................19 Júlio França

2. MEDO E LITERATURA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .36 Júlio França

3. GÓTICO E ESCRITA FEMININA ......................53 Ana Paula Araujo dos Santos 

4. SUBLIME TERRÍVEL E ROMANTISMO ................77 João Pedro Bellas 

5. GÓTICO E NATURALISMO .........................101 Marina Sena 

6. MEDO E REGIONALISMOS .........................127 Hélder Brinate Castro

7. HORROR SEXUAL E FICÇÃO DECADENTE ..............150 Daniel Augusto P. Silva

8. A FICÇÃO DE MEDO URBANO ......................178 Pedro Sasse

9. MEDO E MONSTRUOSIDADES ......................201 Luciano Cabral

REFERÊNCIAS ....................................225

 

R$ 35,00
Comprar Estoque: Disponível
R$ 50,00
Comprar Estoque: Disponível
A partir de R$ 35,00
Pague com
  • Depósito Bancário
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Editora Bonecker Ltda - CNPJ: 26.657.010/0001-98 © Todos os direitos reservados. 2018