Gestar, parir e crescer atrás das grades: um olhar sobre a mulher e a criança no contexto prisional

Código: 9788570770301 Marca:
Selecione a opção de Formato do livro:
R$ 45,00
Comprar Estoque: Disponível
R$ 45,00
  • R$ 45,00 PagSeguro
  • R$ 45,00 Deposito
  • R$ 45,00 PagSeguro
  • R$ 45,00 Deposito
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

FORMATO: PAPEL E EBOOK 

EDITORA: Bonecker Acadêmico 

PUBLICADO EM: Novembro de 2018

AUTORAS: Tânia Christiane Ferreira Bispo, Denise Santana Silva dos Santos, Sara Moreira dos Santos Carvalho

NÚMERO DE PÁGINAS: 180

SOBRE O LIVRO:

A oportunidade de gestar, parir e acompanhar o desenvolvimento infantil de bebês sempre foi romantizado em diversos momentos da trajetória humana, em diferentes grupos populacionais e classes sociais. No imaginário social, a gestação e o parto são vistos como um período mágico da vida da mulher, principalmente quando a gestação ocorre dentro dos parâmetros sociais vigentes e de um contexto histórico aceitável. Assim, o rebento inspirará cuidado e proteção não só da família, mas de toda a sociedade. Muitas vezes ele é simbolizado pela imagem do menino Jesus nos braços protetores da Virgem Maria. Entretanto, para algumas mulheres, o processo de gestar, parir e acompanhar os primeiros meses da vida de seus filhos pode acontecer sob a égide da justiça, o que transforma esse período mágico em momentos de angústia, descaso e sofri- mento, pois essas crianças poderão ser mantidas encarceradas com a genitora, ou, na melhor das hipóteses, serão afastadasdas mesmas. Nascer e passar os primeiros meses de vida atrás das grades é a triste sina de um número cada vez maior de crianças, filhas e filhos de presidiárias. As últimas estatísticas apontam que nos últimos 15 anos houve um crescimento de 567% , de mulheres encarceradas. Esse fato coloca o Brasil em 5o lugar no ranking dos países com a maior população carcerária do mundo. Para estudiosos como Michel Foucault é possível compreender como as relações de poder influenciam na subordinação do Ser nas instituições totalitárias. Não temos, porém, como compreender por qual motivo seres inocentes – do ponto de vista legal e social – nascem encarcerados, com o aval social, em estruturas pri-
sionais totalmente inadequadas, como vem ocorrendo em um número significativo dos presídios brasileiros. Pensar no cuidar e nas ações de cuidado que podem ser prestados para mães presidiárias e seus filhos, acompanhantes ou não, é uma atividade de enfermagem. Porém, atualmente poucos são os profissionais que a realizam, seja por desconhecimento dessa realidade, seja por despreparo profissional. Por este motivo, saúdo e parabenizo as autoras deste livro que corajosamente se dispuseram a atuar na atenção à mulher e às crianças no sistema presidiário, e que trouxeram à tona importantes reflexões sobre o sistema penal brasileiro. Além de fornecer um aporte teórico de suma importância para a compreensão dessa temática, este livro retrata experiências concretas de profissionais da área de saúde que em seu cotidiano lutam para minimizar as necessidades biopsicossociais desse contingente populacional. Dessa maneira estão dando visibilidade a um problema de saúde pública gravíssimo e, por conseguinte, contribuindo para a elaboração e implementação de políticas públicas eficazes.

Prof.a Dr.a Climene Laura de Camargo

 

R$ 45,00
Comprar Estoque: Disponível
R$ 45,00
Pague com
  • Depósito Bancário
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Editora Bonecker Ltda - CNPJ: 26.657.010/0001-98 © Todos os direitos reservados. 2019